Domingo, 10 de Setembro de 2017, 09h:38

Tamanho do texto A - A+

Blairo reafirma intenção de disputar Senado

 

Blog do Mauro Cabeçalho

 

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), classificou como especulação a possibilidade de não disputar as eleições do ano que vem. Conforme o progressista, sua pré-candidatura à reeleição ao Senado está mantida e o fato só será analisado no momento oportuno.

 

 

 

Contexto

 

A explicação de Blairo ocorre depois que uma reportagem publicada por um veículo nacional afirmou que ele teria dito que permaneceria no comando do Ministério da Agricultura até dezembro de 2018, abrindo mão, assim, de tentar a reeleição. Segundo Blairo, a frase dita por ele foi tirada do contexto, gerando uma interpretação equivocada.

 

 

 

Bom trabalho

 

O que Blairo disse é que, na China, ele conversou com o presidente Michel Temer (PMDB) e que o peemedebista, a despeito de rumores de que pretendia tirar Blairo do Ministério, afirmou a ele que, se quiser, pode permanecer no caso até o fim da gestão de Temer, em dezembro de 2018. “Não abro mão do Senado”, afirmou Blairo, colocando fim aos rumores.

 

 

Campanha

 

Há vários meses, o ministro tem sido alvo de rumores e ilações, todas negadas por ele. Pessoas ligadas ao progressista enxergam nisso uma campanha para tirá-lo do ministério, ocupado por ele desde que Temer substituiu a ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

 

 

 

Além

 

Algumas destas pessoas vão além ao entender que os ataques sofridos por Blairo têm como endereço, na verdade, Temer. O presidente tem se segurado no cargo graças ao panorama de retomada do crescimento da atividade econômica, movimento que tem no Ministério da Agricultura um dos mais importantes responsáveis.

 

 

 

Suspeição

 

O governador Pedro Taques (PSDB) quer o afastamento do promotor de Justiça Mauro Zaque de todas as investigações contra ele e sua gestão. O pedido de suspeição foi encaminhado pelo tucano ao procurador-geral de Justiça, Mauro Curvo.

 

 

 

Confortável

 

Entre os fatores listados por Taques no pedido está o fato de que Zaque ocupou um cargo no primeiro escalão de sua gestão. Além disso, o governador usa uma declaração prestada pelo promotor a respeito de outro caso envolvendo um então integrante da gestão, em que ele teria dito que não se sentia “confortável” em conduzir a investigação que “fatalmente, independente do resultado, conduzirá a certeira suspeição”.

 

 

 

Ufa

 

O Governo de Mato Grosso conseguiu efetuar o pagamento dos salários dos servidores da ativa antes do dia 10. Durante o ponto facultativo da última sexta-feira (8), os servidores da Secretaria de Fazenda conseguiram concluir a remessa das ordens para o pagamento dos vencimentos do funcionalismo. Por conta do feriado e do fim de semana, havia o temor que isso só ocorresse na segunda-feira (11).

 

 

 

Ataques

 

O vereador Felipe Wellaton (PV) tem sido alvo de ataques nas redes sociais depois que ingressou com uma ação contra a suplementação de R$ 6,7 milhões que o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) fez para a Câmara de Cuiabá. Alguns apoiadores do prefeito estão espalhando toda sorte de boatos sobre o parlamentar, que apenas está cumprindo sua função de fiscalizar os atos do Executivo.

 

 

 

Sem resposta

 

 Aliás, mais uma semana acabou sem que Pinheiro, que não foi ao desfile de 7 de setembro, na Arena Pantanal, desse algum tipo de explicação a respeito das imagens em que aparece colocando maços de dinheiro nos bolsos e que fazem parte da delação do chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), Sílvio Cezar Corrêa Araújo.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei