Terça-Feira, 12 de Setembro de 2017, 09h:28

Tamanho do texto A - A+

Aneurisma cerebral: um inimigo silencioso

Uma pessoa pode ter um aneurisma sem ter sintomas

Por: ADAILTON DOS SANTOS JR

Está cada vez mais crescente o número de pessoas que são vítimas de um aneurisma cerebral, podendo causar o popular ‘derrame’ ou Acidente Vascular Cerebral hemorrágico o ‘AVCH’.

 

Reprodução

Adailton

 

Mas afinal o que é Aneurisma Cerebral? É uma dilatação anormal de uma artéria do cérebro como se fosse um pequeno ‘balão’ que surge por conta de um enfraquecimento na parede do vaso, podendo romper facilmente e causar uma hemorragia cerebral ou até mesmo  permanecer sem estourar durante toda a vida.

 

É mais comum entre 40 a 50 anos de idade e tem como principais fatores de risco o tabagismo, diabetes, pressão alta, colesterol elevado e consumo excessivo de álcool. Mas pode acontecer por outros motivos e em qualquer idade, podendo estar presente desde a infância ou ter relação com outros casos na própria família.

 

Com as novas tecnologias, podemos identificar o aneurisma facilmente com o estudo dos vasos cerebrais por Tomografia ou Ressonância que são exames simples e rápidos ou até da Angiografia cerebral que é uma espécie de cateterismo que identifica o aneurisma de modo eficiente também.

 

Uma pessoa pode ter um aneurisma sem ter sintomas. Nesses casos, só pode ser identificado através de exames. Os aneurismas podem ter sintomas quando comprimem estruturas próximas a ele ou quando ocorre rompimento causando sangramentos cerebrais graves.

 

Tanto os aneurismas que romperam como os que não romperam precisam ser acompanhados e tratados. O tratamento mais comum é a cirurgia onde coloca-se um clipe de titânio que isola o aneurisma do vaso normal. Outro procedimento realizado é a Embolização endovascular em que se leva um cateter até o aneurisma, no qual são introduzidas pequenas molas, fazendo-o coagular e cicatrizar.

 

A dica é que se você tem algum fator de risco citado acima ou teve história de aneurisma em sua família, não importa a sua idade, procure um neurocirurgião e faça os exames preventivos para confirmar se está tudo bem. Hoje em dia fazer o Check-up neurológico é importante para prevenir doenças graves que podem ser tratadas a tempo.

 

*ADAILTON A. DOS SANTOS JR. é Neurocirurgião especialista em Neurocirurgia Vascular e Microcirurgia na Gastro MT e Membro Titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia

Avalie esta matéria: Gostei +4 | Não gostei - 1