Domingo, 08 de Abril de 2018, 14h:00

Tamanho do texto A - A+

Senar celebra a qualificação de mais de 1,1 milhão de pessoas em MT

Por: DÉBORA SIQUEIRA - ESPECIAL PARA O HIPERNOTÍCIAS

Com 55.859 eventos realizados e 1.1 milhão de pessoas atendidas desde 1993, o Serviço de Aprendizagem Rural (Senar) completou 25 anos já de olho no futuro. Foi colocada dentro de uma cápsula do tempo, instalada na entrada do prédio, informações do presente como revistas, banners e cartas dos funcionários para ser abertas em 2043, nos festejos de 50 anos da entidade.

 

“Sei que não estarei no Senar daqui há 25 anos, o apego e a ligação não acaba. Gostaria de estar aqui na abertura dessa cápsula e que o Senar tenha uma história ainda mais bonita do que já tem agora. Eu sou um otimista por natureza e acredito que estaremos muito melhor do que já estamos agora. O mundo tem melhorado, vivemos mais do que vivíamos antes e a vida tende a melhorar e não a piorar”, disse o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária (Famato) e também presidente do Conselho Deliberativo do Senar, Normando Corral.

 

A quantidade de treinamentos realizados desde 1994 para 2018 saltaram de 22 para um portfólio de 272. A entidade começou atendendo 37 municípios de Mato Grosso e agora está presente nos 141 municípios.

 

“Pensando no futuro, queremos estar mais próximos dos médios produtores. É um desafio levar capacitação para trabalhadores de fazendas de médio porte, por não ter estrutura que os grandes grupos têm”, disse o superintendente do Senar, Otávio Celidônio.

 

Programas sociais

 

Os seis programas sociais do Senar também foram apresentados no balanço. Foram 221 Cine Senar no período de 2015 e 2017, projeto de levar o cinema em comunidades rurais. “Média de público é elevada, cerca de mil pessoas atendidas. São pessoas que nunca viram cinema e a maioria dos filmes são infantis e mesmo assim, encantava os adultos também”.

 

O projeto de inclusão digital atendeu 898 pessoas de 2014 a 2017. São kits de 12 notebooks que percorrem as 11 regionais do Senar no Estado.

 

O programa “Filhos do Campo” atendeu 492 crianças, de 2014 a 2017, levando conhecimento para crianças sobre a realidade do campo para conhecer a fazenda e de onde vem os alimentos.

 

O projeto de Equoterapia atendeu 406 pessoas em 2016 e 2017. “É um programa que faz uma enorme diferença na vida das pessoas com necessidades especiais. Tem casos de pessoas que passaram a andar depois de fazer equoterapia”.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei