Quarta-Feira, 08 de Agosto de 2018, 10h:00

Tamanho do texto A - A+

Inscrições para Prêmio terminam no próximo dia 15

Por: REDAÇÃO

Ainda há tempo para que agricultores associados à Ampa (Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão) e seus colaboradores inscrevam seus projetos no Prêmio Semeando o Bem. Criado em 2012 como parte do programa Semeando o Bem, o prêmio, que chega este ano à sua quarta edição, destaca e fomenta iniciativas que beneficiem os colaboradores do setor algodoeiro (e seus familiares) e/ou comunidades do entorno de fazendas e usinas de beneficiamento.

 

As inscrições estão abertas até o próximo dia 15 e, após essa data, a comissão julgadora terá tempo para avaliar os projetos inscritos em oito categorias: saúde, educação, meio ambiente, esportes e lazer, cultura, filantropia, educação e segurança alimentar e ações diferenciadas. 

Reprodução

algodao

 

 

Na última edição, em 2016, foram 51 projetos apresentados. Neste ano, a expectativa é que este número seja maior, segundo Marcelma Maciel, supervisora de Sustentabilidade do IAS. “Esperamos que mais produtores e seus colaboradores diretos se envolvam com o Semeando o Bem, apresentando projetos que beneficiem não só os trabalhadores das unidades produtoras de algodão como a comunidade em geral”, comenta Marcelma. Ela se coloca à disposição para tirar dúvidas dos interessados em participar, por telefone - (65) 3322-0001 e 99659-4522 - ou através do e-mail semeandoobem@algodaosocial.com.br.

 

Os interessados também podem consultar o regulamento da premiação disponível no site www.algodaosocial.com.br. O regulamento da premiação permite que um projeto vencedor em edições anteriores concorra novamente desde que fique comprovado que houve avanços em termos dos benefícios alcançados.

 

Como ocorreu em edições anteriores, a cerimônia de premiação coincidirá com a posse da nova diretoria da Associação Mato-grossense do Algodão (Ampa), que acontecerá no dia 6 de dezembro. Nessa oportunidade, serão homenageados alguns produtores e colaboradores com um troféu criado pelo IAS.

 

A coordenação do prêmio está a cargo de Marcelma Maciel, que integra a Comissão Organizadora com o presidente da Ampa, Alexandre Schenkel, e o diretor executivo do IAS, Felix Balaniuc.

 

Descobertas sobre genes de Bt são temas de nono episódio de Websérie IMAmt Notícias

O Instituto Mato-grossense do Algodão lança mais um episódio da websérie IMAmt Notícias. No nono episódio, o pesquisador Paulo Roberto Queiroz explica as descobertas sobre genes da bactéria Bacillus thuringiensis (Bt), dando continuidade ao tema abordado pela pesquisadora Érica Martins no vídeo anterior.

 

Esse trabalho é realizado por meio de uma parceria entre o IMAmt e a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, em Brasília. O objetivo desta pesquisa, afirma Queiroz, é identificar os genes que produzem a toxina capaz de matar pragas tais como o bicudo do algodoeiro e as lagartas dos gêneros Helicoverpa e Spodoptera.

 

Na pesquisa, o organismo (Bt) é submetido à técnica de sequenciamento, para assim identificar os genes interessantes ao estudo. Em seguida, estes genes são isolados e transferidos para as plantas. O objetivo final é desenvolver novas ferramentas de controle biológico para utilização no combate às principais pragas do algodoeiro.

 

Todos os episódios da websérie IMAmt Notícias estão disponíveis nos sites www.imamt.com.br e www.ampa.com.br (da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão).  A série está sendo produzida pela TV1 Produtora, sob a supervisão da pesquisadora Patrícia de Andrade Vilela. Para assistir ao nono episódio clique aqui.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei