Sexta-Feira, 01 de Junho de 2018, 17h:20

Tamanho do texto A - A+

Aprosoja é contrária ao tabelamento do preço do frete

Por: REDAÇÃO

A diretoria da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), vem se manifestar contrária ao “Tabelamento do Preço do Frete Rodoviário”, estabelecido com a edição da Medida Provisória nº 832/2018.

 

A auto regulação dos preços do frete deve ser conduzida, única e exclusivamente, pelo mercado, seguindo o princípio básico da economia de “Oferta e Demanda”.

 

A Aprosoja Mato Grosso vê com muita preocupação este intervencionismo estatal na economia, principalmente nas relações privadas de mercado, infringindo o princípio da livre-iniciativa, além de não corrigir o problema de excesso de oferta de caminhões no mercado.

 

O tabelamento certamente elevará o preço dos fretes, e consequentemente, o preço de todos os preços finais de produtos ao consumidor, já que o país é totalmente dependente do modal rodoviário de transporte, o que acarretará aumento da inflação.

 

A Aprosoja apoiou o “Manifesto dos Caminhoneiros”, unicamente em relação à diminuição do preço do valor do diesel, principalmente com a diminuição da carga tributária sobre este combustível. Porém, desde o princípio se manifestou claramente contrária ao tabelamento do preço do frete rodoviário, ao contrário do que manifestou o jornalista da Rádio Band News, Reinaldo Azevedo, em seu posicionamento grosseiro, mal educado e arrogante contra o Presidente da Aprosoja Mato Grosso, Antonio Galvan, aliás posicionamento típico de jornalista desinformado, mal preparado, e que comunica de forma irresponsável notícias das quais desconhece.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto